Última reunião do ano, Comissão de Prevenção às Drogas discute implantação de Centro Municipal de Recuperação

 

Na última reunião do ano, a Comissão de Políticas de Prevenção às Drogas, presidida pelo vereador Nelson Hossri (Podemos), discutiu a implantação de um Centro Municipal de Recuperação – Álcool e outras Drogas na cidade. O encontro aconteceu no último dia 6 de dezembro no Plenário da Câmara Municipal de Campinas.

A implantação de um espaço voltado para o atendimento de pessoas que sofrem com o problema das drogas, incluindo os familiares, é um projeto do vereador Nelson Hossri. “Diante das dificuldades e burocracia enfrentadas pelo dependente químico, o objetivo da proposta é centralizar serviços às pessoas que buscam tratamento e seus familiares.  Seria uma espécie de Poupatempo do Dependente Químico”, explicou.

Neste espaço, os dependentes receberiam orientação com profissionais da área e, em caso de busca por tratamento, a unidade realizaria os exames necessários para internação. O projeto, que foi protocolado na Prefeitura de Campinas quando Nelson ainda era Coordenador de Prevenção às Drogas, já recebeu parecer favorável das secretarias de Assistência Social e Saúde.

“O que precisamos agora é conseguir uma área para a construção desse Centro e buscar parceiros para não depender apenas do Poder Público”, completou o vereador Nelson Hossri. “Hoje, um dependente que busca tratamento fica meses esperando o resultado de um exame, muitas vezes simples. Priorizar o atendimento a esse público em um local específico permitiria mais agilidade e fidelidade no processo de tratamento contra drogas”, acrescentou.

Pela proposta, o espaço contará com setor administrativo/ financeiro, setor de triagem (oferecimento de informações necessárias), clínica psicológica, espiritualidade (para promover a fé e a vivência com amor e fraternidade) e setor de mobilização. O Centro Municipal abrigará ainda programas como Fazenda (voltado para adolescentes e adultos e focado na mudança no estilo de vida do dependente) e Fazendinha (exclusivo para atendimento de crianças e adolescentes), além de um projeto Laborterapia.

A reunião contou com a presença de membros do Conselho Tutelar, Amor Exigente, ONG (Organização não Governamental) Sirius, NA (Narcóticos Anônimos), Samim (Setor de Atendimento ao Migrante, Itinerante e Mendicante), Secretaria de Segurança Pública, Guarda Municipal, Polícia Militar e Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas).