Vereador Nelson Hossri pede campanhas prevenção ao uso de álcool durante gravidez

O vereador Nelson Hossri (Podemos) protocolou uma moção de apelo ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, pedindo a intensificação das campanhas de conscientização e prevenção ao uso e abuso de álcool e outras drogas durante a gravidez. O objetivo incentivar as discussões sobre o assunto para minimizar os transtornos provocados pelo uso de drogas lícitas e ilícitas para a saúde dos bebês.

A moção foi elaborada após a palestra realizada ontem no Plenarinho da Câmara Municipal de Campinas, que encerrou as atividades da 15° Semana de Prevenção às Drogas do vereador. No encontro, a psicóloga Renata Franco, especialista em Dependência Química, explicou que o álcool é uma das substâncias mais perigosas para o desenvolvimento do feto, aumentando o risco de aborto espontâneo e de parto prematuro.

Para Nelson, a população nem sempre está informada sobre os riscos provocados pelo uso de drogas na gestação e, por isso, as campanhas de conscientização poderiam trazer resultados eficazes. “Discutir o assunto é a melhor forma de prevenir os riscos. Muitas vezes por falta de orientação, a gestante não sabe que um copo de cerveja, por exemplo, pode sim causar problema para o bebê”, explicou.

Ainda de acordo com a psicóloga, o álcool pode gerar um atraso no crescimento e desenvolvimento psicomotor do bebê, podendo provocar problemas de hiperatividade, dificuldade para memorização, fala e coordenação. Já a maconha atravessa a barreira da placenta e chega ao feto, podendo provocar alterações no desenvolvimento psicoafetivo, enquanto o consumo de cocaína produz retardamento intelectual no bebê, má-formação e síndrome de abstinência ao recém-nascido.